Revista

Edição 02 - 03

As novas tecnologias são favoráveis para a educação de pessoas adultas surdas?
Autoria e tradução de CAROLINA DE CASTRO COSTA
Em colaboração com MIGUEL ÁNGEL GARCÍA GALLEGO


As novas tecnologias são muito amplas, um telefone de última geração forma parte das novas tecnologias, mas serviria para educar as Pessoas Surdas? Claramente, não.  É provável que facilite a comunicação com o envio de mensagens e o vídeo chamado.  Em muitos casos a utilização desse tipo de tecnologias representa mais um problema que uma solução, já que estudos realizados por vários investigadores comprovam que o maior problema entre as pessoas surdas é a compreensão leitora, peça básica para entender o funcionamento desses avanços.
 

A Internet proporcionou um desenvolvimento grande na comunicação entre pessoas, acontece que é difícil encontrar paginas web adaptadas para pessoas surdas, sendo outra vez más, a barreira que encontra esse coletivo em compreender o que está escrito nos textos.
 

Nem tudo relacionado com novas tecnologias é inapropriado.  Existem atualmente varias ferramentas informáticas educativas, que ajudam os educadores a conseguir melhor capacidade de compreensão leitora dos alunos. Uma dessas ferramentas é JClic.
 

Que é JClic?
JClic está formado por um conjunto de aplicações informáticas que servem para realizar diversos tipos de atividades educativas: quebra-cabeça, associação de idéias, exercício de textos, palavra cruzada…
 

As atividades não aparecem isoladas, se apresentam junto com projetos.  Um projeto está formado por um conjunto de atividades de uma ou mais seqüência, que indicam a ordem que vão aparecer.
 

Existe atualmente uma grande quantidade de projetos e temos que recordar que JClic trabalha com uma licença GNU, quer dizer, totalmente gratuita, fazendo com que essas ferramentas sejam utilizadas por educadores em distintas áreas.  Acontece que nem todos os projetos criados com JClic são válidos para a educação de pessoas surdas adultas.
 

Para criar atividades específicas para cada aluno é necessária a realização de uma avaliação inicial, atendendo as necessidades de aprendizagem desse grupo.
 

Foi demonstrada através de uma investigação realizada na Universidade de Salamanca/Espanha, que um projeto JClic chamado LEITOR, que contém atividades específicas para a educação de estratégias sintáticas e semânticas em leitura para pessoas surdas adultas, é favorável para melhorar a compreensão leitora.
 

É por isso que a pergunta inicial dessa reportagem terá uma resposta: “sim, não todas”.  Porque as Novas Tecnologias proporciona a educação dessas pessoas, acontece que primeiramente seria necessária uma avaliação inicial para adaptar as atividades de acordo com as necessidades educativas dos alunos.
 

 

 CAROLINA DE CASTRO COSTA – Terapeuta Ocupacional, Especialista em Educação de Pessoas com Discapacidade Visual e Auditiva – Universidade Pontifícia de Salamanca/Espanha, Doutoranda em Educação de Pessoas Adultas – Universidade de Salamanca/Espanha – Projeto em Estratégias Sintáticas em Leitura através do Programa Leitor em Pessoas Surdas Adultas.
E-mail: carolinacastro2006@yahoo.com
 

¿Son las  Nuevas Tecnologías útiles para la
educación de Personas Adultas Sordas?
 

Autoria e tradução de CAROLINA DE CASTRO COSTA
Em colaboração com MIGUEL ÁNGEL GARCÍA GALLEGO
 

Las nuevas tecnologías son muy amplias, un teléfono de última generación forma parte de las nuevas tecnologías, pero ¿sirve para educar a personas sordas? Claramente, no. Es probable que facilite su comunicación con el envío de mensajes y la video llamada. En muchos casos el uso de este tipo de tecnologías representa un problema más que una solución, ya que el mayor problema entre las Personas Sordas es la comprensión lectora, pieza básica, para  llegar a entender el funcionamiento de estos avances.
 

Internet a supuesto un gran avance en la  comunicación entre personas, pero, es difícil encontrar páginas web adaptadas para Personas Sordas, otra vez más,  la barrera con la que se encuentran este colectivo  es comprender lo que allí esta escrito.
 

Pero no todo relacionado con nuevas tecnologías se puede considerar inapropiado. Existen actualmente varias herramientas informáticas educativas, que ayudan a los educadores a conseguir mejoras en la capacidad de comprensión lectora de sus alumnos. Una de estas herramientas es Jclic.
 

¿Pero que es Jclic?
Jclic está formado por un conjunto de aplicaciones informáticas que sirven para realizar diversos tipos de actividades educativas: rompecabezas, asociaciones, ejercicios de texto, palabras cruzadas…
 

Las actividades no se acostumbran a presentar solas, sino empaquetadas en proyectos. Un proyecto está formado por un conjunto de actividades  y una o más secuencias, que indican el orden en qué se han de mostrar.
 

Existen actualmente una gran cantidad de proyectos, hay que recordar que Jclic trabaja con una licencia GNU es decir, es totalmente gratuita, esto hace que esta herramienta sea utilizada por educadores en diferentes áreas. Pero no todos los proyectos creados con Jclic son válidos para la educación de Personas Adultas Sordas. La creación de actividades específicas supone realizar una valoración previa de las necesidades reales de este colectivo.
 

Se ha demostrado a través de una investigación realizada en la Universidad de Salamanca que un proyecto Jclic llamado LECTOR que contiene actividades especificas para la educación de estrategias sintácticas y semánticas en lectura para Personas Sordas Adultas,  es útil para mejorar la comprensión lectora.
 

Es por ello, que la pregunta inicial de esta reportaje haya que contestar con un “si pero no todas”,  es decir, las nuevas tecnologías nos brindan la posibilidad de educar a estas Personas, pero, hay que saber elegir el medio y adaptarlo a las necesidades.

 

MIGUEL ÁNGEL GARCÍA GALLEGO – Técnico em Informática,  colaborou com CAROLINA DE CASTRO COSTA, autora e tradutora, na parte de assessoramento técnico deste artigo.  Também, está ajudando esta autora na criação de uma página da web adaptada para pessoas surdas.

ENDEREÇO PARA CORRESPONDÊNCIA

Rua A, Condominio Vale da Uniao, casa 20
Araras, Petrópolis – RJ Cep.: 25725-055
Cel/WhatsApp:(24) 9 8828-2148
E-mail: eaa@editora-arara-azul.com.br

Copyright 2014 Editora Arara Azul