Revista

Edicao 08 - 7

Entrevista com Heloise Gripp Diniz

IDENTIFICAÇÃO:
Nome:
 HELOISE GRIPP DINIZ
Cidade: Rio de Janeiro
Estado: RJ
País: Brasil
Formação: Graduação em Pedagogia e em Letras/Libras, além de Mestrado em Linguística
Profissão: Professora de Libras (Língua Brasileira de Sinais)
Locais de Trabalho: UFRJ – Universidade Federal do Rio de Janeiro
Locais de Estudo: Em vários locais, por ser pesquisadora das línguas de sinais
Contato: helogreen@yahoo.com.br


PERFIL:

1) Você nasceu surda? Pode contar um pouco sobre infância, adolescência e juventude?
Sim, sou surda de nascença e filha de pais surdos.Passei nestas fases com a felicidade, confiança, autoestima alta, construindo a minha identidade cultural, pois eu e meu irmão, também surdo, crescemos num ambiente linguístico, bicultural e bilíngue. Aprendendo a conviver nas comunidades surda e ouvinte e conhecendo as diferenças entre as estruturas de Libras e Português. Por isso, sempre convivo até nos dias de hoje com a tradução da Libras/Língua Portuguesa na família e nas escolas, e agora estou me aperfeiçoando no aprendizado de outras línguas de sinais.

2) Em quais escolas e universidades estudou?
Sempre estudei nas escolas públicas. Minha graduação em Pedagogia foi na Universidade Estácio de Sá. E a licenciatura de Letras / Libras à distância pela UFSC – Universidade Federal de Santa Catarina, no pólo INES – Instituto Nacional de Educação de Surdos. Também, escolhi a UFSC (www.libras.ufsc.br) para realizar o meu Curso de Mestrado em Linguística.

3) Desde quando usa a língua brasileira de sinais (Libras)?
Utilizo a Libras desde em que nasci.

4) Como se comunica com familiares, amigos e o público em geral?
Minha comunicação com familiares, amigos e publico em geral é efetuada em Libras e em Português escrito. Em algumas situações, procuro a me comunicar por meio de gestos, mímica e Português escrito.

5) O que a Libras significa para você?
A Libras é minha língua materna e nativa.

6) Pode contar um pouco sobre o seu trabalho? Quais são seus novos projetos?
Sou professora assistente da Libras no curso de pós graduação – especialização em Libras: ensino, tradução e interpretação nas faculdades da UFRJ e pesquisadora das línguas de sinais em níveis linguísticos. E, também, professora nas disciplinas do curso licenciatura de Letras / Libras à distância. Atuo como tradutora/intérprete da Libras/língua português e outras línguas de sinais. Participei da equipe de tradução de livros literários e didáticos produzidos pela EAA-Editora ARARA AZUL Ltda em parceria com MEC-Ministério da Educação e Cultura e da tradução das disciplinas do curso licenciatura de Letras Libras da UFSC à distância.

7) O que você faz para se divertir ou se distrair?
Amo a leitura, em diversos gêneros literários, e viajar….

8 ) Quais são seus planos para o futuro?
Desejo aprofundar minhas descobertas nas pesquisas linguísticas e tradutórias na área das línguas de sinais e, assim, contribuir para o desenvolvimento da comunidade acadêmica surda e ouvinte.

9) Você é uma pessoa feliz? Por quê?
Sim, sou uma pessoa feliz porque sou pelo o que sou: ser surda e bilíngue e,
e como estou me aperfeiçoando no aprendizado de outras línguas, posso me considerar uma pessoa multilíngue! E posso mostrar aos outros a vida de uma pessoa surda e seu potencial no trabalho e na sociedade.

10) O que mais gostaria de dizer para os leitores da RVCSD?
Espero que todos tenham a mente aberta para entender e respeitar o que as pessoas surdas querem na sua vida social e escolar nos dias de hoje, já que somos todos cidadãos brasileiros.


REGISTRO FOTOGRÁFICO DE HELOISE GRIPP

 

HELOISE GRIPP, com 8 anos de idade, junto com seu irmão HUMBERTO e com o seu avô materno, RENATO, em sítio mineiro.

 

 

HELOISE GRIPP apresenta sua querida e amada família.Nesta foto, estão presentes: sua mãe HILMA, seus sobrinhos VERÔNICA e LUCAS, sua cunhada JARDETE, seu irmão HUMBERTO e seu pai HÉLCIO.

 

 

HELOISE GRIPP no estúdio de gravação da UFSC: Em trabalho de tradução de um texto da disciplina do Curso de Letras / Libras.

 

 

HELOISE GRIPP no estúdio de gravação da Editora ARARA AZUL Ltda: Em trabalho de tradução de livro didático de Português para Libras.

 

 

HELOISE GRIPP em momento inesquecível:
Defesa do Mestrado em Lingüística na UFSC em 2010
Nesta foto, da esquerda para a direita, estão presentes:
SILVANA AGUIAR e TIAGO COIMBRA, os intérpretes de Libras,
além do Prof. Dr. TARCÍSIO LEITE e das Profas. HELOISA SALLES e EDAIR GORS.

 

 

HELOISE GRIPP em um dos passeios inesquecíveis: em Cataratas de Foz do Iguaçu – 2005

 

 

HELOISE GRIPP autografando o seu livro “A História da Língua de Sinais dos Surdos
Brasileiros”, uma publicação da Editora ARARA AZUL em setembro de 2011.

 

 

HELOISE e Equipe da Editora ARARA AZUL Ltda
no lançamento de seu livro em setembro de 2001.
Nesta foto, da esquerda para a direita, estão presentes:
CATIA SILVA, CLÉLIA RAMOS, GIDETE AMORIM e ANA MELLO.

 

 

HELOISE GRIPP discursando em Libras, em 20/09/2011, no lançamento do seu livro.

ENDEREÇO PARA CORRESPONDÊNCIA

Rua A, Condominio Vale da Uniao, casa 20
Araras, Petrópolis – RJ Cep.: 25725-055
Cel/WhatsApp:(24) 9 8828-2148
E-mail: eaa@editora-arara-azul.com.br

Copyright 2014 Editora Arara Azul